img 20190122 wa0012

Na manhã desta terça-feira (22/1), os diretores do Sindicato dos Oficiais Marceneiros de São Paulo, liderados pelo presidente Arivonaldo Galdino realizaram uma assembleia em frente à empresa Adezan. Após denúncias de trabalhadores, foi identificado que a empresa estava ameaçando os empregados de demissão por justa causa se o trabalhador não cumprisse as regras criadas pela empresa, regras essas que ferem a convenção coletiva e a integridade dos funcionários.

Durante a assembleia, o sindicato apurou que a empresa notificou os trabalhadores com uma advertência por escrito. O presidente Arivonaldo reforçou a importância da unidade entre o sindicato e os trabalhadores (as) para buscar resultados positivos. “Somente a luta unificada entre nós pode derrubar ações arbitrárias dos patrões”.