Strict Standards: Only variables should be assigned by reference in /home/sindmarc/public_html/site/plugins/system/slprettyphoto/slprettyphoto.php on line 39
Sindicado dos Oficiais Marceneiros de São Paulo - Governo quer que idoso possa "dar" imóvel a banco em troca de renda mensal

A equipe econômica do governo mira uma alternativa de renda extra para idosos com um marco regulatório para o financiamento imobiliário reverso, pelo qual o dono do imóvel, ao abrir mão da titularidade do bem em favor de um banco, receberia da instituição uma espécie de salário até o fim da vida. A medida que prepara o terreno para a chamada hipoteca reversa está em estágio adiantado, afirmou o assessor especial da Secretaria de Política Econômica do Ministério da Economia, Felipe Garcia, nesta quinta-feira.

Ele ressalvou, contudo, que o governo ainda não bateu o martelo sobre o formato legal da investida, ou mesmo se ela deverá passar pela aprovação dos parlamentares. "O mercado consumidor está sempre melhor com mais opções do que com menos opções", defendeu Garcia, assinalando que o governo irá apenas pavimentar o caminho para a oferta do produto, sendo que sua oferta ou não dependerá do interesse das instituições financeiras. Um projeto sobre o mesmo assunto, de autoria do senador Paulo Bauer (PSDB-SC), havia sido apresentado ao Congresso em 2018, mas ficou estacionado na Comissão de Constituição e Justiça. Pelo texto de Bauer, a hipoteca reversa só poderia ser concedida a indivíduos com mais de 60 anos. Segundo Garcia, a proposta do governo não irá estabelecer um marco de idade. Caberá aos bancos analisar livremente seu público de interesse, seja de 55 ou 80 anos. Para as instituições, o maior benefício se dará na revenda do imóvel após a morte do proprietário. Até lá, elas seguirão honrando o pagamento mensal como uma espécie de salário, incorporando o risco relativo à expectativa de falecimento do dono.

Fonte: Reuters